Blog

Prisão de ventre (constipação intestinal)

O que é?

Prisão de ventre é um distúrbio caracterizado pela dificuldade persistente para evacuar (evacuações difíceis ou que acontecem com menos frequência do que o normal)Quase todo mundo passa por isso em algum momento. Embora geralmente não seja sério, você se sentir-se-á muito melhor quando conseguir evacuar. É preciso considerar, entretanto, que não existe um padrão rígido para classificar a frequência normal de funcionamento dos intestinos, que pode variar de 3 a 12 vezes por semana. Passar mais de três dias ou mais sem um, porém, geralmente é muito longo. Após 3 dias, as suas fezes ficam mais difíceis de passar.

Só se considera um quadro típico de constipação, quando ocorrem duas ou menos evacuações por semana e/ou o esforço para evacuar é grande demais e pouco produtivo. Algumas pessoas se queixam de que o intestino não funciona regularmente em ambientes estranhos, ou quando quebram a rotina, como ocorre durante as viagens, por exemplo. Essa alteração, porém, costuma desaparecer tão logo a pessoa retoma suas atividades habituais. A constipação é um transtorno mais comum nas mulheres, especialmente durante a gravidez, nas crianças e nos idosos.


O que causa?

As causas mais comuns da prisão de ventre costumam ser:

  • Dieta pobre em fibras

  • Pouca ingestão de líquidos

  • Sedentarismo

  • Uso excessivo de laxantes

  • Consumo excessivo de proteína animal e de alimentos industrializados

  • Adiar as evacuações.

  • Gravidez

A prisão de ventre pode, ainda, estar associada a doenças do cólon e do recto, como diverticulose, hemorróides, fissuras anais e cancro colorretal. Pode, igualmente, ser provocada pelo uso de certos medicamentos e por alterações neurológicas e do metabolismo. Stresse, depressão e ansiedade são outras ocorrências capazes de interferir nos hábitos intestinais.

Quais são os sintomas?

Os sintomas da prisão de ventre podem variar de uma pessoa para outra ou na mesma pessoa nas diferentes crises. Os mais característicos são:

  • Número reduzido de evacuações;

  • Dificuldade para eliminar as fezes que se apresentam ressecadas, muito duras e pouco volumosas

  • Sensação de esvaziamento incompleto dos intestinos

  • Desconforto, distensão e inchaço abdominal

  • Mal-estar, gases e distúrbios digestivos

A complicação mais comum da constipação é o fecaloma, massa compacta de fezes endurecidas, que se deposita no reto ou no cólon-sigmoide, e interrompe o trânsito intestinal. A tendência é o fecaloma aparecer mais nas pessoas com dificuldade de locomoção, como os idosos acamados e os cadeirantes.

O que devo fazer quando estiver com prisão de ventre?

  • Respeite a “Etiqueta da evacuação”:

  • Evitar o uso do papel higiênico para realizar a limpeza anal. O ideal é, para garantir a saúde da região, lavá-la com água e sabão neutro após a evacuação;

  • Não adiar as evacuações, já que este hábito pode causar grandes problemas no intestino;

  • Evite sentar-se durante muito tempo no vaso sanitário

  • Evite distrações durante a evacuação, como mexer no celular ou ler um livro. Essas distrações podem fazer você ficar por mais tempo sentado no vaso sanitário, o que aumenta a pressão na região e causa uma série de doenças e problemas intestinais.

  • Sentar correctamente no vaso sanitário

  • Beba de dois a quatro copos extras de água por dia, a menos que seu médico tenha dito para limitar os líquidos por outro motivo.

  • Tente líquidos quentes, especialmente de manhã.

  • Adicione frutas e vegetais à sua dieta.

  • Coma ameixas e cereais de farelo.

  • Faça actividade física na maioria dos dias da semana. Quanto mais se movimenta, mais activos ficam os intestinos.

Em alguns casos, porém, pode ser necessário prescrever o uso de supositórios e de enemas (lavagens intestinais) para facilitar a eliminação das fezes. Em virtude de possíveis efeitos adversos, o uso de laxativos deve ser criteriosamente orientado por um médico. Finalmente, só em situações muito especiais e raras, é preciso recorrer à remoção manual ou à cirurgia para retirada do fecaloma endurecido.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo