top of page

Blog

OSTOMIA E GRAVIDEZ. QUE CUIDADOS?

Mulheres em idade fértil podem ter doenças que tenham indicação para fazer um estoma/colostomia. Quando essas mulheres pensam em engravidar, elas podem continuar a sofrer com dor por medo de que a ostomia torne a gravidez perigosa ou de alto risco. Isso simplesmente não é verdade. Na verdade, as mulheres que tiveram um filho antes da ostomia afirmam que a gravidez ficou mais fácil após a cirurgia. Além disso, nenhum aumento na infertilidade foi observado em mulheres que fizeram cirurgia de intestino e estão tentando engravidar. A taxa normal de necessidade de assistência de um especialista em infertilidade não é diferente da população geral de mulheres tentando engravidar.

CONSELHO

Alguns cuidados podem podem diminuir os problemas se você tiver uma ostomia:

  • A sua dieta deve consistir em três refeições saudáveis ​(com pouca gordura e pouco açúcar) por dia. Você deve tentar manter o ganho de peso entre 9 e 11 kgs, se tiver peso normal.

  • Você deve continuar a suplementar sua dieta com ferro, cálcio, vitamina D e ácido fólico.

  • Geralmente, as mulheres devem beber água extra para evitar a formação de pedras nos rins. Mulheres com ostomias desviam a produção de sal do intestino para os rins, que se não for diluída com água extra pode produzir cálculos renais.

  • À medida que o útero aumenta, o intestino pode ficar bloqueado, causando obstrução intestinal e exigindo mudanças na dieta e medicamentos. Portanto, é importante consultar o seu médico gastrointestinal, bem como um especialista de alto risco durante a gravidez.

  • Exercícios moderados durante a gravidez não devem representar problemas para mulheres com ostomia. Lembre-se de esvaziar a bolsa antes do exercício.

  • Você deve limpar sua pele e trocar a bolsa após qualquer ecografia. A gelatina usada durante a ecografiapode passar por baixo da fita adesiva que mantém a bolsa no lugar.


PREOCUPAÇÕES COM A BARRIGA

O abdómen de uma gestante passa por muitas mudanças. Mulheres com ostomias terão alterações no tamanho e na forma do estoma. Você pode precisar experimentar diferentes sistemas de bolsas à medida que seu abdómen cresce. Além disso, se você fez várias cirurgias abdominais, pode apresentar cicatrizes e aderências. Isso pode causar algum desconforto à medida que sua barriga se expande, mas não é prejudicial para você ou para a gravidez.


PARTO

Não há risco adicional de parto vaginal, mesmo que o recto tenha sido removido. O parto vaginal é geralmente preferido a uma cesariana por causa das aderências e do tecido cicatricial que provavelmente se formou a partir de uma cirurgia abdominal anterior. O estoma geralmente volta ao tamanho anterior à gravidez aproximadamente 4 semanas após o parto.




28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page